🇮🇪 Read in English

Por que você deve ter um blog (e escrever nele)

Se você me disse que está aprendendo a programar (ou qualquer coisa, na verdade), é provável que eu tenha lhe aconselhado a ter seu blog e escrever nele.

Embora eu tenha discutido esse assunto pessoalmente com muitas pessoas, há apenas pequenos textos sobre ele em posts que escrevi sobre outros assuntos diversos ([1], [2]). A postagem de hoje é dedicada aos motivos pelos quais você deveria ter seu próprio blog (independente). Como as pessoas têm maneiras diferentes de ver o mundo, eu dividi as razões em duas seções:

  • Razões filosóficas para se ter um blog
  • Razões egoístas para se ter um blog

Eu também escrevi uma seção que contém as desculpas comuns que as pessoas me dão para não escrever um artigo e minhas respostas a elas!

E, finalmente, se você estiver convencida, há uma seção dedicada ao assuntos que você pode escrever sobre.

Razões filosóficas para se ter um blog

Você deve ter seu próprio lugar na internet

Se você notar, a internet é basicamente composta por alguns sites enormes que tentam reunir todo o conteúdo que existe. em um único lugar Você já conversou com uma pessoa mais velha que acha que o Facebook é a Internet? Sim, é exatamente disso que estou falando.

Ter o seu blog independente é uma excelente maneira de compartilhar o que você pensa de uma maneira descentralizada, independente de qualquer empresa importante que possa adicionar um paywall a ele (Médio, estou olhando para você). Em seu post “Porque cada pessoa deve ter seu site na Web”, Luciano Ramalho escreve algo que resume muito bem:

“Se todo mundo criar seu próprio site, a gente começa o longo e necessário processo de tomar de volta o controle da Web: a Web é nossa para a gente usar como quiser, e não para ser controlada por meia dúzia de mega corporações com seus algoritmos opacos.”

Compartilhe conhecimento e aumente oportunidades

Escrever é uma maneira de compartilhar conhecimento e aumentar as oportunidades de aprendizado para outras pessoas. A maior parte das pessoas não tem acesso a uma boa universidade ou aos melhores livros disponíveis. Compartilhar o que você aprendeu pode ajudar outros a crescerem, pode mudar vidas e fazer com que elas se relacionem com a sua história ou que aprendam com você. Obviamente, nem todo mundo tem acesso à internet, mas é uma boa maneira de começar algo para um bem maior.

Se você vem de um país cujo primeiro idioma não é o inglês, criar contéudo na sua lingua nativa vai ajudar as pessoas que não tiveram a oportunidade de aprender esse idioma! A maior parte do melhor contéudo que sai é geralmente escrito em inglês, mas para países do terceiro mundo, aprender inglês é um privilégio. Imagine o impacto de escrever um bom conteúdo no seu idioma!

Cada pessoa deve direcionar sua presença na internet Cada vez mais, fica realmente difícil ficar longe da internet e das redes sociais. É importante criar uma presença digital que associe seu nome a coisas boas e ao que você deseja que ele seja associado. Criar um blog e compartilhar o que você sabe é uma excelente maneira de se posicionar online e garantir que as pessoas te conheçam por algo melhor do que apenas redes sociais.

Tem um vídeo incrível de um Youtuber que admiro, o Átila Iamarino, que explica isso de uma maneira fácil e clara:

Razões egoístas para se ter um blog

Escrita como forma de aprendizado

Escrever é uma excelente ferramenta para aprender. Quando você decide escrever um artigo no blog sobre o que está aprendendo, não apenas precisa entender o tópico bem o suficiente para deixar o artigo claro, mas também precisa criar uma estrutura para a postagem, o que ajuda a estruturar seus estudos enquanto isso.

Vamos pegar meu post sobre a linguagem de programação Julia como exemplo. Eu precisava estudar a linguagem para um episódio do meu podcast. Depois de algumas linhas de código, achei que era bom o suficiente. Então decidi escrever o post. Depois de decidir isso, percebi o tanto que ainda não tinha estudado! Quem criou a linguagem e por quê? Qual é a melhor característica dela? Como posso integrar aos notebooks do Jupyter? E assim por diante. Passei mais algumas horas estudando para criar a postagem e essa experiência foi muito melhor do que apenas seguir um tutorial e escrever algumas linhas de código.

A prática leva à perfeição

Como qualquer coisa na vida, você só pode melhorar se praticar. Seu primeiro artigo no blog provavelmente não será ótimo, nem o segundo, talvez nem o terceiro. Mas você deve escrevê-los de qualquer maneira. Quanto mais você escreve, mais você pode melhorar sua escrita. Você precisará ler outros artigos de outros blogs e incorporar diferentes maneiras de escrever no seu estilo. Você só pode ser um bom escritor se praticar. Então … pratique em seu próprio blog!

Feedback é um presente!

Se você não tem certeza sobre como escrever uma postagem no blog, pode compartilhá-la com suas amigas e pedir feedback! É uma excelente maneira de melhorar sua escrita enquanto você desenvolve suas habilidades de entender e aceitar críticas construtivas. Portanto, aproveite esta oportunidade para praticar. É importante entender que um feedback é um presente e que uma pessoa tirou um tempo da vida dela e deu feedback para ajudá-la a melhorar. Portanto, use as postagens do seu blog para obter feedback de suas amigas (e até mesmo das pessoas que comentam sobre suas postagens) e aprenda como crescer com elas. Você só pode ganhar com isso!

Cresça a sua carreira

No mundo de hoje, ser visível é uma excelente maneira de se destacar no mercado e conseguir melhores empregos em melhores empresas. Na tecnologia, existem várias maneiras de fazer isso: você pode organizar encontros, dar palestras em conferências, ter um canal no Youtube, um podcast etc. No entanto, nem todo mundo quer ou se sente confortável com esse tipo de exposição. Na minha opinião, um blog é a melhor maneira de compartilhar seu trabalho com o mínimo de exposição pessoal. Você nem precisa adicionar uma foto pessoal para ter um site! Você pode melhorar sua carreira mesmo que seja muito tímido para dar uma palestra 😉

Desculpas comuns para não escrever

Desculpa Minha resposta
“Eu não sou uma especilista” Está tudo bem! Você não precisa ser uma especialista para explicar algo que sabe! Em todas as postagens do meu blog em que não tenho certeza do que estou escrevendo, deixo explícito que isso se baseia no meu conhecimento. Apenas certifique-se de estar aberta a críticas e feedback.
“Todo mundo sabe isso” Mesmo que algo tenha sido escrito mil vezes, isso não significa que você não deva escrever sobre isso. Normalmente, procuro artigos diferentes sobre um único tópico para me ajudar a entender alguma coisa! Nem sempre o que foi escrito antes funciona para todas as pessoas. Talvez o que você escreveu seja bom para uma pessoa específica. E isso é tudo que você precisa!
“E se eu escrever algo errado?” Sem problema algum. A vida é cheia de erros. Adicione um comentário no início de uma postagem antiga ou altere o texto. Você não precisa estar certa o tempo todo e definitivamente não escreveu em pedra. Se você cometer um erro, volte e corrija-o. Você só crescerá com a experiência
“Eu não tenho sobre o que escrever” Eu fiz uma sessão inteira sobre isso 😉

Sobre o que escrever?

Se você chegou até aqui, suponho que fui capaz de convencê-la a começar a escrever! Parabéns! Esse já é um grande passo! Aqui estão os tópicos sobre os quais você pode escrever (com base na minha experiência pessoal):


Espero que você tenha gostado do meu artigo e me deixa um comentário se esse artigo te fez começar (ou continuar) a escrever! Boa escrita! ❤


Abraço!
Leticia

Comments