Por que a sua empresa deveria estar em comunidades de tecnologia

 · 6 mins read

Participando de comunidades de tecnologia nos últimos 3 anos, vejo que é sempre complicado mostrar para empresas que não interagem com esse ecossistema, o quanto é vantajoso para elas fazer isso. Muitas pessoas (desenvolvedores ou não) tentam travar lutas nas empresas, tentando mostrar o quanto isso é vantajoso. Quando estamos organizando um evento, essa preocupação aumenta. Às vezes é uma luta um pouco solitária, dependendo da onde ela é travada.

Recentemente eu vi essa thread, onde o Cássio marca uma série de pessoas, pedindo argumentos para convencer sua empresa a apoiar eventos. As respostas foram várias e excelentes. Decidi juntá-las, detalhá-las e tentar deixar um documento bem legal para você mostrar pra sua empresa na próxima vez que precisar de bons argumentos.

Vamos lá…

Razões para participar de comunidades

1. Quem não é visto, não é lembrado

O velho ditado é válido aqui também. Participar de eventos traz a sua empenha para a cabeça das pessoas que estão ali. E não apenas possíveis futuros colaboradores, mas clientes também! Empresas que têm problemas e prazos estarão ali seja buscando soluções, parceiros ou … você!

Isso também implica em menores custos com recrutamento e seleção, uma vez que as pessoas que vêem sua empresa circulando nos meios da comunidade, também vão se lembrar delas na hora de aplicar para novas oportunidades.

Comentário do Renato Oliveira da Labcodes:

2. Pessoas buscam lugares onde possam aprender

O maior bem de uma empresa nos dias de hoje é, sem sombra de dúvida, o recurso humano. E com a escassez de desenvolvedores, é de extremo interesse que as empresas se mostrem como um lugar legal de trabalhar. E legal não no sentido de puffs e video-games, mas um lugar que conta com excelentes profissionais e desafios relevantes. Nos dias de hoje, as pessoas buscam lugares onde elas possam crescer, se desenvolver e ter espaço pra fazer isso. Empresas que estão sempre no topo da lista de onde as pessoas querem trabalhar estão presentes em eventos, tem pessoas de altíssimo nível palestrando e estão sempre incentivando que seus colaboradores participem de eventos. Porque? Porque espaços de troca de conhecimento são espaços de crescimento :)

3. Bons desenvolvedores são difíceis de encontrar

Como falamos no item 2: recursos humanos são o maior bem de uma empresa e são bens escassos. Então se você quer encontrar bons desenvolvedores ou pessoas com alto potencial, eventos são o lugar perfeito. Quantas pessoas que você conhece gastam suas noites e fins de semana estudando? Pessoas que “gastam” seu tempo, seu fim de semana, sua noite ou o seu dinheiro, tem força de vontade, são interessadas e, no mínimo, tem alguma coisa de diferente. Olhe para esse público!

4. É um treinamento

Tem MUITA coisa rolando em um evento. É um lugar de muito conhecimento. Tecnologias diferentes, pessoas explicando coisas úteis. Às vezes a solução para o seu problema está numa palestra, às vezes está numa conversa de corredor. Às vezes, você conhece AQUELA pessoa que vai te ajudar no seu problema enorme.

5. Ajuda para as ferramentas do dia-a-dia

Existe uma boa chance de que você trabalha usando (ou fazendo) projetos open-source. Os desenvolvedores desses projetos estão nos eventos! É a sua chance de tirar aquela dúvida, ou ajudar a criar a nova feature que vai te ajudar. Se o seu projeto está aberto, é a hora perfeita pra conseguir pessoas para te ajudarem!

6. Tendências do mercado

O mundo tecnológico muda diariamente e é extremamente difícil ficar atualizado com as tendências do mercado. Estar presente na comunidade te permite observar quais são as principais tendências, os problemas das tecnologias emergentes e o que você deve saber antes de escolher seu próximo projeto.

Isso traz uma outra questão: não apenas as pessoas técnicas devem participar desses eventos, mas diretores e gestores também. Se manter atualizado no mercado, seja nas tecnologias ou nas tendências gerais, é de fundamental importância para que as empresas não percam momentum e fiquem obsoletas.

Bônus: Ajudar quem te ajuda ❤

Palavras maravilhosas do Filipe da Vinta:

Como participar da comunidade? Spoiler: nem tudo é dinheiro ;)

Haja motivo hein! Legal, agora que você já quer participar, vamos falar de como fazer isso? Primeira coisa: quando falamos participar da comunidade não queremos dizer apenas dar dinheiro, ok? Sim, na maior parte das vezes envolve dinheiro, mas não se restringe a isso.

Ao meu ver, existem algumas formas de participar da comunidade. Vamos falar delas em detalhes:

Patrocinar eventos

Sim, nesse caso estou falando de dinheiros. Eventos não se bancam sozinhos e muitos são feitos por voluntários que não recebem um tostão pra isso. Patrocinar eventos vem em diversas escalas: existem patrocínios grandes em escala nacional (na casa dos milhares de $) e existem patrocínios de eventos locais e regionais (que podem variar entre dezenas e centenas de $). Não importa o quanto você pode ajudar, patrocinar é um excelente jeito. E o mais legal é que não necessariamente você precisa dar o dinheiro vivo! Você pode pagar diretamente algum fornecedor e facilitar o processo.

Normalmente patrocínios vem com contra-partidas claras: seu nome logo no site, na camiseta ou no banner, seu nome anunciado na abertura do evento ou uma palestra exclusiva.

Receber eventos

Você pode receber eventos na sua empresa! Ofereça seu espaço. Se ele for pequeno dá pra fazer um coding dojo, se ele for grande dá pra fazer um encontro mais robusto.

O que você pode oferecer? Espaço? Ótimo! Uma palestra interessante? Legal! Um coffe break pra gerar aquele networking? Perfeito!

Aqui não tem uma contra-partida clara, mas é um bom jeito de mostrar o que você tem de bom na sua empresa!

Incentivar seus funcionários a palestrarem e participarem de eventos

O nome diz tudo: incentive seus funcionários! Permita que eles possam ir a eventos, sem ter medo de ficar serem cobrados pelas ausências. Incentive que eles compartilhem o que aprenderam em uma palestra ou que eles ensinem uma tecnologia que vocês usam através de um tutorial.

O ideal é colocar uma política de pagar algum (ou todo) custo do evento, especialmente se ele tiver uma palestra/tutorial aceito. Pense que essa pessoa teve que passar por todo um processo de seleção, teve seu conteúdo aceito e vai falar para um monte de pessoas sobre o que vocês estão fazendo!

Abra os códigos que não tem regra de negócio

Se você usa algum projeto open-source, já entende o valor dele. Seja Django, React ou Rails, se você o usa, provavelmente é porque ele faz um papel importante para você. Isso sem falar dos inúmeros projetos menores que rodeiam os grandes projetos. Pois bem, faça isso também. Se usa código aberto, devolva código aberto para a comunidade. Claro, não estamos falando dos códigos que contém regras de negócios e sim aquela ferramenta que você usou pra resolver um problema técnico ou que facilitou a vida ao longo do caminho.

Agradecimentos

Agradecimentos ao Renato, Filipe, Mário Sérgio e Otávio pela ajuda e comentários ao escrever esse texto ❤